Ei! Marionetas / Teatro e Marionetas de Mandrágora

Ei! Marionetas / Teatro e Marionetas de Mandrágora

Ei! Marionetas - Encontro Internacional de Marionetas de Gondomar 2024


Jardim das Marionetas [ ESPAÇO DE JOGO ]


6 JUL 10h00 > 17h00 . SÁBADOJardins da Biblioteca Municipal de Gondomar Camilo de Oliveira
7 JUL 10h00 > 17h00 . DOMINGOJardins da Biblioteca Municipal de Gondomar Camilo de Oliveira
8 JUL 10h00 > 17h00 . SEGUNDAJardins da Biblioteca Municipal de Gondomar Camilo de Oliveira
9 JUL 10h00 > 17h00 . TERÇAJardins da Biblioteca Municipal de Gondomar Camilo de Oliveira
10 JUL 10h00 > 17h00 . QUARTAJardins da Biblioteca Municipal de Gondomar Camilo de Oliveira
11 JUL 10h00 > 17h00 . QUINTAJardins da Biblioteca Municipal de Gondomar Camilo de Oliveira
12 JUL 10h00 > 17h00 . SEXTAJardins da Biblioteca Municipal de Gondomar Camilo de Oliveira
13 JUL 10h00 > 17h00 . SÁBADOJardins da Biblioteca Municipal de Gondomar Camilo de Oliveira
14 JUL 10h00 > 17h00 . DOMINGOJardins da Biblioteca Municipal de Gondomar Camilo de Oliveira
Jardim das MarionetasJardim das MarionetasJardim das MarionetasJardim das MarionetasJardim das MarionetasJardim das MarionetasJardim das MarionetasJardim das Marionetas

Jardim das Marionetas

o que o Ei! tem a dizer

Um encontro. Sentimos o ato de realizar este evento como um ato de partilha social e para tal, ao longo destes 10 anos, fomos ocupando o jardim com jogos, marionetas gigantes, street food, concertos, espetáculos, instalações, camas de redes e oficinas sempre a pensar que o calor do verão nos faz querer estar na rua, partilhar conversas, experiências, estar em grupo, em família ou simplesmente estar sozinho num espaço de fruição artística agradável. O Jardim é assim por si um lugar que apela a estar em qualquer momento do dia, para ver, sentir, ou simplesmente, contemplar!

Teatro e Marionetas de Mandrágora

O Teatro e Marionetas de Mandrágora é uma companhia profissional de teatro de marionetas com direção artística de Clara Ribeiro e Filipa Mesquita e direção plástica de enVide neFelibata. A Companhia foi fundada a 2 de abril de 2002. Na simbiose de uma linguagem simbólica que conjuga o património e o legado tradicional com o pensamento e a dinâmica da sociedade contemporânea, num diálogo nem sempre pacífico surge um elemento fundamental, a marioneta. Este elemento apoia-nos na procura de uma identidade cultural própria.

O nosso objetivo é o de descobrir as potencialidades estéticas, plásticas, cénicas e dramáticas da marioneta em si mesma, como em relação com o ator e nessa descoberta explorar a dramaturgia que nos caracteriza: a de explorar a cultura, a crença e a lenda aliada à urbe, à exploração tecnológica e à velocidade da aldeia global. Ao longo do nosso percurso artístico têm sido diversas as propostas quer nos públicos; adulto, jovem, escolar e familiar; quer na formação de base ou especializada. Uma das nossas grandes apostas é a digressão nacional e internacional dos projetos. Descentralização, trabalho comunitário, criação em parceria e a valorização social e inclusiva são preocupações preponderantes no nosso quotidiano.

 

Ao longo destes 22 anos afirmámos a Companhia como uma estrutura de criação artística contemporânea através das dezenas de propostas de espetáculos apresentadas nacional e internacionalmente, quer sejam criações próprias, bem como em colaboração com outras estruturas e entidades culturais nacionais e internacionais.

Temos como premissa dar espaço à liberdade criativa da nossa equipa artística, garantindo a existência dentro da própria estrutura de várias linguagens e diversas visões que se unem num ponto comum do desenvolvimento da arte do teatro das marionetas. A ponderação sobre a problemática das fragilidades sociais e um olhar atento sobre tradições e sobre o património são as bases da dramaturgia da estrutura que se consolidam em olhares distintos, mas simultaneamente convergentes.

É fundamental o diálogo com os diferenciados públicos e a envolvência da criação nos distintos contextos e espaços, bem como a interceção entre entidades e estruturas, criando propostas multidisciplinares que visam sobretudo a comunicação artística com os públicos.

Salienta-se ainda a colaboração com inúmeros serviços educativos no programa de implementação de atividades em instituições como monumentos, museus e património edificado.

ficha artística

DIREÇÃO ARTÍSTICA enVide neFelibata
CRIAÇÃO Migvel Tepes
PRODUÇÃO EXECUTIVA Hélder David Duarte
PRODUÇÃO Teatro e Marionetas de Mandrágora
APOIO República Portuguesa - Cultura, DGARTES – Direção-Geral das Artes, Município de Espinho/Câmara Municipal de Espinho, Município de Gondomar

links


download

ARQUIVO IMAGEM GALERIA 82.5 Mb
ARQUIVO IMAGEM FOI ASSIM 130.6 Mb

foi assim

^